13 agosto 2006

Foi num domingo a tarde

Paredes de Coura

Descontando a ausência de acentuação com que o blogger habitualmente me presenteia nos títulos, são estas as palavras que agora ecoam, como na dolente canção a que João Peste dá voz.

Os No DJs, que é como quem diz Nuno Calado e Rui Estevão (da Antena 3), fizeram a fineza de convidar-me para com eles alinhar discos para tocar no palco after-hours do Festival de Paredes de Coura. Este domingo é, portanto, dia de viagem e noite de folia entre amigos, privilégio do cacete para quem há muito vem relativizando o número de amigos.

Por coincidência cósmica, Paredes de Coura é o festival que me encanta verdadeiramente entre todos os que abundantemente preenchem este quinhão da Europa. É o festival de quem gosta realmente de música e que ali sacia também a paixão por um ambiente mais do que acolhedor em cenário mais do que puro. Além disso, Morrissey está lá na terça-feira, facto que para mim dispensa acrescentos.

Será uma tarde de entusiasmo, esta de domingo. Ainda para mais porque, além do que já disse, ali encontrarei boa parte do núcleo do UM, o novíssimo jornal gratuito que hoje trouxe da Fnac Colombo e em relação ao qual se confirma aquilo que antevira: paixão pela coisa musical e capacidade de escrever sobre ela para lá do que os olhos mostram. Volto lá para sexta-feira.

Mas isto pode ser do meu ouvido, que é 1 pouco mouco.

5 comentários:

  1. Uma visita não faz mal a ninguém

    A nova música urbana em:
    http://rbs1.blogspot.com

    Com links cria-se uma comunidade…
    Cheers!

    ResponderEliminar
  2. MEC is back.

    http://miguelestevescardoso-mec.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  3. Amigo da estação de serviço de Pombal. Discordo do que dizes sobre os Bloc Party. Os tipos são mais que uma canção e provaram-no com um concerto cheio de energia e entrega. Foram, logo a seguir ao teu amigo Morrissey, o grande momento do festival. Ok, ponho-os nessa posição a par dos !!! e dos Broken Social Scene. Abraços e marca lá o almoço!

    ResponderEliminar
  4. BAH!

    Isso só pode ser um problema causado pela comida de beira de auto-estrada...

    Grande abraço.

    ResponderEliminar
  5. That's a great story. Waiting for more. here

    ResponderEliminar