07 abril 2006

Pedro Gonçalves aka Boldfinger

Slang_Beat Diggin'

Não necessitando no momento presente de fazer novo alarido em torno da novel revista SLANG, talvez deva no entanto esclarecer que o colaborador que por lá consta como Boldfinger é não menos do que yours truly. Adiante.

Vem isto a propósito de um mail que hoje o Rui Miguel Abreu, da Loop Recordings, me enviou. Conforme sabe quem tem a revista, e quem a não tem deveria tê-la, foi o sinistro Boldfinger acompanhar três beat diggers a um inusitado espaço na periferia lisboeta à cata de vinil em segunda mão. Para disso fazer uma reportagem sobre algo que em Portugal permanece como um mistério para muita gente.

Com a sua amável permissão, aqui transcrevo um pedaço do mail:

"Olha, toma lá um artigo do guardian: http://arts.guardian.co.uk/filmandmusic/story/(etc. etc. etc.)

Tu fizeste primeiro!"

Descontado o prazer oriundo da obra parida antes da que pode ser lida numa das raras publicações que merece ser consumida nos dias correntes, vale no entanto a pena deixar aqui, em condições, a ligação para o artigo em causa, em que Dorian Lynskey se dedica à exploração jornalística dessa actividade. Pena é um título como "Rare Grooves" numa língua tão rica como a inglesa, mas mais uma prosa num generalista sobre este distinto labor sabe sempre bem.

Ora aí está: Rare Grooves.

Mas isto pode ser do meu ouvido, que é 1 pouco mouco.

3 comentários:

  1. Hey Pedro!

    Tenho essa revista há uma semana e gostei muito do artigo sobre diggers (que é malta que por acaso também é amiga) e gostei muito. Não sabia que eras tu. Parabéns!

    E juro-te que há bocado, quando apanhei a notícia do Guardian, pensei exactamente no mesmo que o RMA te escreveu: 'Aquele gajo fez primeiro, tomem lá!'

    :D

    Manda notícias... Então e o Weatherman?

    Abraços,

    Pedro Leitão.

    ResponderEliminar
  2. Raquel Pinheiro08 abril, 2006 00:17

    eu ainda não tenho a revista mas vou ter. o engraçado é que eu postei o artigo do guardian sem ter visto aqui o post no teu blog.

    ResponderEliminar
  3. olá pedro,

    podes dizer-me onde se pode encontrar a Slang à venda. Aqui no Porto ainda não me cruzei com ela. Já enviei há algum tempo mail para a própria revista, mas até agora nao obtive qq resposta.
    Obrigado e abraço

    ResponderEliminar