15 janeiro 2007

Zero



As explicações, com a dignidade que o autor sempre detém, estão logo a encabeçar o blog A Vítima Respira?, do Jorge Manuel Lopes. Limito-me aqui, obviamente, a anunciar que o UM, o jornal quinzenal gratuito para o qual orgulhosamente colaborei, suspendeu a sua actividade.

Já por aqui tinha feito devida vénia ao conjunto de pessoas que ao longo dos últimos meses fez um jornal, dedicado à música e às artes fronteriças, com matéria para ler (de facto). O homem do leme foi, até aqui, o Jorge Manuel Lopes, um dos melhores jornalistas da coisa cultural que o país alberga.

O Jorge Manuel Lopes faz no seu blog com elegância e naturalidade aquilo que aqui nunca fiz descaradamente: diz que está agora à procura de trabalho. Já somos uns quantos a fazer parte de uma situação tão absurda que quase se torna humorística. A história da falência por aparente imprudência volta a repetir-se, desta vez com a marca da Porto Eventos, detentora da publicação.

Mas isto pode ser do meu ouvido, que é 1 pouco mouco.

Sem comentários:

Publicar um comentário