15 dezembro 2005

"And her hearing aid started to melt..." Vol. XII

Sonotone do dia:

Brian Wilson

Brian Wilson: "What I Really Want for Christmas" (Novembro 2005)

Veredicto:

Não nos esqueçamos do último álbum a solo que Brian Wilson editou. Foi "Smile", o tal famoso projecto que passou décadas numa arca frigorífica e que acabou por ser aclamado como uma obra-prima, coisa só vista quando os Beach Boys editaram "Pet Sounds". Perante os factos, é impossível assumir a postura da ausência de expectativas. Mesmo dado o desconto de que Brian Wilson já não joga, há uns bons anos, com o baralho todo, não é fácil aceitar que a vontade de mudar de disco para disco resulte numa irrelevância deste calibre. Muito bem que Brian Wilson, dado a estas coisas dos "discos natalícios", tenha tido vontade de fazer mais um, agora no período pós-"Smile". É precisamente aí que reside o problema. É uma gaita quando um gajo que faz uma obra-prima com avultados recursos passa a fazer tudo dessa forma daí para a frente. Uma porra de uma canção de Natal não tem, nem quer ter, uns solos de saxofone só ouvidos por esta altura num El Corte Ingles. É nisso, nessa grandiloquência despropositada, que "What I Really Want for Christmas" não cumpre aquilo a que, aqui entre nós, se propõe: ser coisinha tão boa ou melhor do que o delicioso "Beach Boys' Christmas Album" (1964). Há por aqui uma canção nova, "Christmasey", que mesmo tratando-se apenas de uma balada vagamente simpática, mostra melhor onde Brian Wilson esconde o génio do que todo o resto do disco. Eu, que já me dei à loucura de acompanhar um serão de Natal com "Beach Boys' Christmas Album", não voltarei o farei com este "What I Really Want for Christmas". 34,8% de satisfação garantida.

Mas isto pode ser do meu ouvido, que é 1 pouco mouco.

Sem comentários:

Publicar um comentário