06 dezembro 2005

Bella donna

Rolling Stone Itália

Boa surpresa de paragem inusitada. A edição italiana da vetusta Rolling Stone é, provavelmente, a melhor que já passou pelas mãos e pelos olhos deste humilde escrivão. Pelo menos se todos os números estiverem em nível semelhante ao do #26, de Dezembro de 2005.

O formato é simultaneamente mais apetecível do que o norte-americano, o espanhol ou o francês: 29,5 cm por 24,5 cm, 212 páginas e uma apetecível lombada. No interior, juntam-se, por exemplo, os seguintes artigos:

> Editorial de Jann S. Wenner (fundador da Rolling Stone original) sobre aquela noite de 1970 em que realizou a agora lendária entrevista a John Lennon que se publica na mesma edição;

> Entrevista à groupie Pamela des Barres (curriculum: Chis Hillman, Jimmy Page, Keith Moon, Jim Morrison, Mick Jagger, Sandra Bernhard...);

> Entrevista a Burt Bacharach;

> Entrevista a Bret Easton Ellis;

> A história de Rick Rubin acompanhada por sublime fotografia de Jeff Minton;

> Pré-publicação de "Long Way Round", livro assinado por Ewan McGregor e Charley Boorman com base na viagem a mielas à volta do mundo em moto; devida e maravilhosamente ilustrada (ver como McGregor podia ser dos ZZ Top...);

> Portfolio caleidoscópico de Edo Bertoglio na Nova Iorque de final de 70s; Studio 54, Andy Warhol, Coney Island, Mudd Club, Debbie Harry, John Lurie, East Village...

Um repasto em papel. Aperitivo económico aqui.

Mas isto pode ser do meu ouvido, que é 1 pouco mouco.

Sem comentários:

Publicar um comentário