24 janeiro 2006

Coisas que se escrevem e que me irritam II

Adenda ao post do passado dia 16 de Janeiro:

Patologia
"Música que não deixa ninguém indiferente"

Medicação
No universo da escrita jornalística sobre música, isto é parolo e não diz rigorosamente nada. Se diz, diz o quê? Que a música em apreço provoca espasmos, diarreia, epilepsia? Funciona como ansiolítico ou anti-depressivo? É amarela ou roxa? Evite-se a expressão e pronto.

Mas isto pode ser do meu ouvido, que é 1 pouco mouco.

Sem comentários:

Publicar um comentário